Tintura de Garcinia Cambogia

Garcinia cambogia

Garcinia cambogia, popularmente conhecida como golaka ou malabar tamarindo, teve sua origem registrada na floresta Camboja. Desde então, foi difundida com por anos pelo mundo, e atualmente é muito cultivada no território nacional. Tem sido utilizada tanto na culinária, pelo seu fruto, quanto pela sua atividade terapêutica. As partes da planta que podem ser utilizadas são seus frutos e a sua casca.

Seu princípio ativo mais conhecido é o ácido hidroxicítrico. Este composto é derivado do ácido cítrico e o responsável pela sensação de saciedade que a Garcinia cambogia pode apresentar. Ele estimula o uso da glicose que já existe no tecido adiposo do organismo ao inibir a ação da enzima ATP citrato liase. Essa enzima faz parte do processo que transforma a glicose para ser armazenada como lipídeo no tecido adiposo. Uma vez inibida, esse processo não ocorre.

Desta forma, podemos considerar que o uso da Garcinia cambogia vai auxiliar a diminuição da síntese de lipídeos. Ao mesmo tempo, ocorre o estimulo ao uso dos lipídeos já acumulados. O excesso dessa glicose que não conseguiu ser transformada em tecido adiposo é eliminada pelas formas de excreções naturais do corpo.

A Tintura de Garcinia cambogia é obtida pela extração dos princípios ativos de interesse terapêutico da planta pelo álcool. Os ativos são extraídos de forma íntegra e concentrada. Além do que, as tinturas são utilizadas principalmente para manter os ativos de interesse farmacológico em boas condições por mais tempo. As tinturas também podem ser concentradas com a evaporação do veiculo extrator, gerando possibilidade de uso em outras formas farmacêuticas orais.

Vale ressaltar que os efeitos terapêuticos aqui citados, ocorrem em modelo celular. Não pode haver entendimento de resultados milagrosos. O uso de sua tintura de Garcinia Camboja deve ser feito com combinação de hábitos saudáveis. Vale ressaltar que o acompanhamento por um especialista é sempre recomendado.

Garcinia cambogia é contraindicada para gestantes e mulheres em fase de amamentação. Seu uso deve ser evitado seu uso para crianças menores de 12 anos e por quem já apresentou ou acredita que pode apresentar hipersensibilidade à planta.

Você pode gostar...

Comentários no Facebook