Niagen, metabolismo e longevidade


Niagen aumenta os níveis de uma substância chave do metabolismo energético chamada NAD+ (nicotinamida adenina dinucleotídeo). Desta forma, podemos considerar que Niagen é um componente especial para a saúde das mitocôndrias.

As mitocôndrias são estruturas celulares que atuam diretamente na geração de energia para as células. São verdadeiras usinas energéticas celulares. Contudo, sabe-se que o envelhecimento gera redução no número dessas estruturas celulares tão importantes para a estabilidade metabólica e a longevidade do nosso organismo.

O NAD+, produzido nas mitocôndrias, atua no pilar do metabolismo energético. Sua diminuição com a idade tem sido relacionada com a deterioração mitocondrial. Alguns fatores como por exemplo o estilo de vida, excesso de calorias e sedentarismo são capazes de esgotar os níveis de NAD+.

Em comparação com outros precursores do NAD+, o Niagen é seguro e não desencadeia efeitos colaterais. Também apresenta maior capacidade de estimular a produção do NAD+ quando comparado a outros derivados da Vitamina B3.

Estudos comprovam que a suplementação com Niagen melhora a produção do NAD+. Niagen é capaz de aumentar os níveis de NAD+ em 33% no período de 8 horas. Demonstrou também eficacia em ativar as proteínas promotoras da longevidade chamadas sirtuínas.

Outro benefício do Niagen é o efeito neuro-protetor pois, melhora a função cognitiva e protege contra a degeneração axonal associada ao envelhecimento. Desta forma, evita danos celulares relacionados às espécies reativas de oxigênio.

O Niagen também contribui ao desempenho atlético e metabólico. Auxilia o aumento da performance esportiva devido a maior resistência pela melhora da função mitocondrial e da taxa de troca respiratória. Niagen fornece aumento de energia celular sem causar efeitos colaterais.

Presente em todas as nossas células e tecidos, o NAD+ é essencial na produção de energia pelo organismo. Assim, em maiores quantidades, o NAD+ pode aumentar o consumo de calorias favorecendo a termogênese e a queima de gordura corporal.

Você pode gostar...

Comentários no Facebook