Já ouviu falar nos alimentos estimulantes? Saiba como eles funcionam

Com a rotina acelerada que vivemos, é comum termos um sono de baixa qualidade ou afazeres excessivos. O resultado é que o cansaço e o desgaste físico e mental podem jogar a energia lá para baixo. A boa notícia é que dá para contar com a ajuda dos alimentos estimulantes.

É isso mesmo! Alguns nutrientes ajudam a manter o corpo energizado e a mente funcionando em pleno vapor. E se você já está pensando no café, que tal acompanhar a leitura deste texto e ver outras opções?

Neste post, você descobrirá que, embora a cafeína seja, sim, estimulante, a lista de produtos que são aliados para ter mais disposição no dia a dia é muito mais extensa. Confira!

Quais são os principais alimentos estimulantes?

Muitas vezes, apenas com a ingestão de alguns nutrientes-chave, a sua disposição já pode aumentar muito. Veja alguns deles:

  • açaí: além de vitaminas do complexo B e antioxidantes, o açaí é rico em carboidratos, a principal fonte energética do corpo;
  • água: a hidratação é fundamental para o transporte de nutrientes pelo organismo, de modo que todas as células são beneficiadas e têm um melhor desempenho em suas funções;
  • aveia integral: assim como outros integrais, a aveia contém carboidratos complexos, com baixo índice glicêmico, responsáveis pelo fornecimento de energia gradual e sem picos prejudiciais;
  • castanhas e nozes: as oleaginosas são ricas em magnésio, um mineral muito importante na conversão de glicose em energia;
  • chá verde: fonte de cafeína, o chá verde ainda beneficia o corpo porque é considerado um termogênico (ajuda na aceleração do metabolismo);
  • chocolate meio amargo: os chocolates são clássicos entre os alimentos estimulantes, mas prefira os meio amargos, pois eles têm teobromina (parecida com a cafeína) e flavonóides (bons para o sistema cardiovascular), sem excesso de açúcares;
  • vegetais verde-escuros: vegetais com folhas verde-escuras são sempre superalimentos. Como são ricos em cálcio, vitaminas e minerais, ajudam a manter a nutrição sempre em dia;
  • ovos: os ovos contêm muita proteína e ferro, duas substâncias essenciais para manter os níveis de energia do corpo;
  • peixes de água salgada: salmão e sardinha, entre outros peixes de água salgada, são considerados alimentos funcionais. Isso porque são ricos em ômega 3, substância essencial para a comunicação entre os neurônios, o que ajuda na memória e na concentração, mantendo a mente mais desperta.

De que forma podem ajudar a ter mais disposição?

Como você certamente já ouviu, “nós somos o que comemos”. Todos os alimentos da lista acima, aliás, toda a nossa nutrição, está relacionada ao funcionamento eficiente dos órgãos, da circulação, das atividades cognitivas etc.

Por isso, é mais interessante melhorar o abastecimento de nutrientes do organismo para se manter sempre disposto, do que partir para estimulantes com efeito imediato, mas que podem trazer mais malefícios que benefícios.

Esse é o caso do pó de guaraná e do excesso de café. A grande diferença desses produtos para os estimulantes que citamos é que o fornecimento de energia acontecerá de forma mais completa e, portanto, mais duradoura.

Como a suplementação nutricional pode ajudar?

Nem sempre o que comemos dá conta de fornecer todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. Esse é um dos motivos da fadiga e da falta de disposição diária. Embora a busca por uma alimentação saudável seja o primeiro passo, os suplementos acabam sendo bem-vindos e necessários em alguns casos.

Por isso, vale a pena pesquisar pela possibilidade de fazer uma suplementação nutricional — sempre com acompanhamento profissional. Além disso, consultar um nutricionista é o ideal se você quer saber mais sobre os alimentos estimulantes e melhorar sua dieta.

Quer aprender mais sobre saúde, estética e bem-estar? Assine a nossa newsletter! Assim, avisaremos por e-mail sempre que for publicado um conteúdo interessante para você!
Conheça nossa linha de suplementação nutricional: www.medicinalnaweb.com.br

 

Você pode gostar...

Comentários no Facebook