O que é suplementação nutricional e para que serve?

Com os avanços que a medicina e os conhecimentos científicos obtiveram nas últimas décadas, podemos, nos dias de hoje, ter o luxo de escolher muitas maneiras diferentes de promover a nossa saúde e o nosso bem-estar. Diante dessa realidade, compreender melhor o que é suplementação nutricional e quais as suas funções pode ser muito interessante.

Felizmente, esse é um mercado que vem ganhando espaço em todo o planeta, até mesmo porque proporciona excelentes resultados e pode ser benéfico para os mais diversos tipos de pessoas, inclusive aquelas que buscam um desempenho físico superior. Continue lendo este conteúdo e aprenda mais sobre o assunto!

Afinal, o que é a suplementação nutricional?

De uma maneira geral, podemos definir a suplementação nutricional como o uso adequado de suplementos alimentares para complementar a dieta de uma pessoa. Esses produtos são feitos com diversos tipos de substâncias, como os macronutrientes (carboidratos, proteínas e lipídeos), micronutrientes (vitaminas e minerais) e outros princípios ativos.

Há pouco tempo, essas preparações eram quase restritas ao uso de atletas e frequentadores de academias de ginástica, mas os seus benefícios são tão interessantes, quando prescritos por um médico ou um nutricionista, que o público em geral já as utiliza tanto para completar algo que esteja faltando no cardápio diário quanto para promover o próprio bem-estar.

Como os suplementos foram criados?

A origem do uso de suplementos nutricionais costuma remontar de tempos bem antigos. Pesquisadores afirmam que, desde a antiguidade, atletas e soldados faziam a utilização de complementos bastante curiosos, até mesmo como superstição, para atingir um nível de performance que os fizessem subjugar adversários e inimigos.

Algumas manias dietéticas eram relacionadas com características desejáveis para competições rudimentares ou batalhas, como uma forma de conseguir mais habilidade, velocidade, bravura e força. O mais habitual era o consumo de algumas partes específicas de animais, como coração, cérebro e fígado de leões, tigres e assim por diante.

As épocas mais modernas adotaram o estudo científico e o conhecimento da fisiologia e da nutrição humana. Isso foi potencializado no século passado e, em 1994, o FDA (Food and Drug Administration), que regulamenta e fiscaliza a indústria alimentícia e farmacêutica nos EUA, definiu o suplemento alimentar complementar à dieta.

Qual a importância da suplementação nutricional?

Da mesma forma que o passar do tempo na história da humanidade contribuiu para o aumento dos conhecimentos e a eliminação de muitas crendices relativas à dieta, as pessoas também se afastaram de muitas atividades naturais e, hoje em dia, uma alimentação balanceada e equilibrada é algo raro de se ver.

Nesse caso, um suplemento alimentar pode ser a função não apenas de melhorar a saúde global, como também de mandar adequados os níveis de micro e macronutrientes. Já para atletas ou pessoas em busca de um corpo mais atraente, esses produtos agem como um catalisador de resultados, ajudando a atingir o objetivo em questão.

Para quem é indicado esse tipo de tratamento?

Na realidade, os suplementos nutricionais, quando prescritos por um médico ou nutricionista, podem ser um coadjuvante interessante na promoção da saúde de qualquer pessoa do planeta. Por melhor que seja a nossa alimentação ou por mais saudável que seja o nosso estilo de vida, sempre há algo que pode ser melhorado e completado.

No entanto, logicamente, indivíduos com rotinas atribuladas ou com dietas pobres em variedade podem experimentar benefícios ainda melhores com a suplementação certa, assim como amadores que realizam exercícios com frequência, atletas profissionais, portadores de algumas patologias, idosos e assim por diante.

Quais os riscos de suplementar sem um acompanhamento?

Vendo como a suplementação nutricional pode ser benéfica para praticamente qualquer pessoa, é bem provável que você esteja ficando interessado em começar a investir nessa alternativa. Entretanto, é muito importante frisar que, no Brasil e em boa parte dos países, somente médicos e nutricionistas podem indicar o uso de suplementos.

Esses produtos podem até parecer inofensivos, mas o fato é que, quando administrados de maneira irregular e sem a devida indicação, eles podem trazer sérios riscos para a saúde. Pesquisas já apontaram, por exemplo, que excesso de certos nutrientes pode atrapalhar a ação de alguns tratamentos ou até mesmo potencializar seus efeitos adversos.

Como deve ser feita uma boa suplementação?

Antes de mais nada, a boa suplementação precisa respeitar a individualidade. Uma dose de um determinado produto que pode ser excelente para um homem ativo na faixa dos vinte anos, por exemplo, também pode proporcionar efeitos nada desejáveis para alguém em uma faixa etária distinta, com outras características e assim por diante.

Como dissemos, a consulta com um médico (preferencialmente um clínico, nutrólogo ou endocrinologista) ou mesmo com um nutricionista, é muito importante, pois esses profissionais saberão avaliar quais são as suas demandas nutricionais, cruzando essa informação com seus anseios, expectativas e objetivos em curto, médio e longo prazos.

Quais os benefícios da suplementação nutricional?

Complementa uma alimentação saudável

Um dos principais e mais evidentes benefícios da suplementação nutricional é que ela complementa a alimentação de uma pessoa, ainda que ela seja balanceada e saudável. Também é uma maneira não apenas de tratar, mas de prevenir eventuais deficiências de nutrientes em uma variedade de situações clínicas específicas.

Isso quer dizer, por exemplo, que se você deseja ter mais disposição ou quer elevar os seus níveis de imunidade, você pode conversar com o seu médico ou nutricionista de confiança e buscar princípios ativos que ajam nesse sentido. As escolhas devem ser bem analisadas e mostrarem evidências científicas de segurança e efetividade.

Ajuda o processo de emagrecimento

O desejo de perder peso é recorrente em boa parte das pessoas ao redor do mundo, sobretudo no ocidente, visto que os países daqui acabam priorizando dietas muito ricas em gordura e carboidratos de alto índice glicêmico, que causam ganho de peso com mais facilidade e trazendo uma série de malefícios para a saúde. 

Diante dessa realidade, alguns suplementos podem ser bastante úteis, uma vez que ajudam não apenas a emagrecer, como também promovem a saúde global e podem contribuir para a saciedade. Vale dizer que isso não exclui a necessidade de seguir uma dieta hipocalórica e de realizar atividades físicas, sob supervisão adequada.

Contribui para a regulação hormonal

Esse é um tema bastante discutido entre os profissionais e entusiastas da suplementação, mas diversas pesquisas e estudos mostram que alguns princípios ativos podem ter uma ação específica sobre o sistema endócrino humano, contribuindo para que os níveis de um ou mais hormônios se mantenham em um parâmetro desejável.

Ao otimizar os índices hormonais, é possível buscar uma máxima performance do corpo, além de diminuir a oxidação das células e promover um envelhecimento saudável. Essas benesses podem incluir ainda um emagrecimento saudável e o ganho de massa muscular, melhorando o sono e o funcionamento intestinal, entre outros.

Aumenta o ganho de massa muscular

Definitivamente, o aumento de massa muscular merece um tópico individualizado entre os principais benefícios da suplementação nutricional. Esse é o desejo de muitas pessoas e é muito em função disso que vemos as academias de musculação cada vez mais cheias — até porque esse é um tecido nobre do organismo e que merece essa atenção.

Um músculo consome, proporcionalmente, muito mais calorias do que a gordura, o que faz com que a nossa taxa metabólica basal se eleve mesmo em repouso. Como se não bastasse, eles também promovem uma maior proteção mecânica, tornando a pessoa menos propensa a quedas e até mesmo agindo de barreira contra traumas e impactos.

Aprimora o desempenho esportivo

Como dissemos, a suplementação nutricional tem a sua origem entre os atletas e guerreiros da antiguidade, o que apenas reafirma a sua íntima relação com o desempenho e a prática desportiva. Não é difícil perceber, portanto, que muitos dos adeptos e consumidores desse tipo de produto estão em busca de uma performance melhor.

A nutrição esportiva engloba a alimentação e o uso de complementos, mais uma vez devendo ser prescrita apenas por médicos e nutricionistas. Há necessidades específicas para aqueles que fazem atividades de elite e em alto nível, visto que as suas recomendações diferem das que são feitas para a população média.

Como a farmácia de manipulação pode ajudar?

Depois de ler todo este conteúdo, você pôde conferir que a suplementação nutricional é um recurso muito interessante, que pode ajudar pessoas comuns e atletas a atingirem a excelência em sua saúde e seu desempenho. No entanto, para que isso aconteça, é preciso ter certeza de que os produtos têm um bom nível de qualidade.

Sendo assim, você não pode deixar de contar com uma farmácia de manipulação de confiança e com credibilidade no mercado. Somente esse tipo de empresa garante não apenas uma boa variedade de princípios ativos, como também a expertise para que eles tenha as apresentações, doses e demais características que você precisa!

Gostou de aprender o que é suplementação nutricional? Ficou interessado em adquirir produtos de alta qualidade, com uma empresa que oferece os melhores níveis de excelência nesse segmento? Então, visite o nosso site e conheça os nossos diferenciais!

Você pode gostar...

Comentários no Facebook